10
Multidisciplinaridade

O Brasil é um país de cultura diversificada, formado por gente de múltiplas cores, etnias, credos, ideias. Mesmo assim, até bem pouco tempo, a representação da sociedade brasileira era feita com famílias brancas apenas, com os negros aparecendo em situação de penúria, etc. O legado africano era frequentemente desvalorizado ou omitido.

 

Na tentativa de reverter essa situação, a Lei de Diretrizes e Bases foi alterada pela lei nº. 10.639, de 09 de janeiro de 2003, que determina a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileiras e Africanas e que esses conteúdos devem ser ministrados no âmbito de todo o currículo escolar da educação básica.

 

A África deu origem a diversos conhecimentos no passado e está ajudando a construí-los também para o futuro. É o que mostra uma iniciativa realizada em Porto Alegre, na Escola Estadual Dr. Victor de Britto, com um projeto que se destaca pela multidisciplinaridade envolvendo diferentes disciplinas, professores e alunos de várias idades. E que busca romper com a falsa ideia que os povos africanos não criaram civilizações, tecnologia e conhecimento; este é um dos grandes sustentáculos do racismo e do eurocentrismo ocidental, comenta a especialista Elisa Larkin.

 

Desde 2003, nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, torna-se obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira. O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo inclui o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil.

 

 

Ainda em Porto Alegre, uma iniciativa bem interessante foi a da Escola Municipal Dr. Liberato Salzano, que fica no bairro do Sarandi, que utilizou o episódio da Revolta da Chibata como inspiração para o projeto pedagógico multidisciplinar que culminou com a produção de vários documentários pelos alunos das turmas de sociologia e filosofia, história e artes.