Zumbi dos Palmares (1655?鈥1695)
por Martinho da Vila




ZUMBI

CENA 1

ZUMBI paira por sobre uma foto da Serra da Barriga, em Alagoas, num céu carregado de chuvas e trovoadas.

Zumbi
Eu vivi no tempo da escravidão, mas conheci a liberdade no quilombo. Eu vi o caos da cidade grande e o poder de organização do meu povo.

CENA 2

Zumbi
(off)
Nosso quilombo começou pequeno. Eram uns poucos negros em busca de liberdade na época da fundação. Disso eu sei sem ter visto. Me contaram. Quando eu nasci, nosso mocambo era apenas um dos muitos que formavam Palmares. Chegamos a ser 30 mil. A maioria era negra, mas tinha também mestiços e índios. Nossa força de trabalho e poder de organização permitiram até que Palmares estabelecesse comércio com as cidades próximas.

Zumbi
(off)
Ainda criança, fui arrancado daqui e levado para ser criado por um padre branco. Recebi, no batismo, o nome de Francisco. Aprendi como um colonizador pensa...

Zumbi
(off)
... E assim que eu aprendi, fugi e voltei para Palmares.

Zumbi
(off)
Fui acolhido pela família de Ganga Zumba, o rei. Os colonizadores e exploradores sempre tentavam invadir nosso território. Em 120 anos, foram 66 combates.

Zumbi
(off)
Graças às nossas habilidades, resistimos por muito tempo. Nossos inimigos propuseram um acordo, com o qual eu não concordei. Mas Ganga Zumba, que era rei, achou que eles iam cumprir o prometido. Não cumpriram e Ganga deixou Palmares. Eu virei rei e a luta continuou.

Zumbi
(off)
Usaram faca e arma de fogo para me matar. Fui decapitado em 20 de novembro de 1695. Palmares resistiu por mais de 30 anos antes de sucumbir. Me chamaram de Francisco, mas eu sou mesmo é Zumbi. Zumbi dos Palmares. Sou um cidadão negro brasileiro.

CENA 3

Martinho da Vila
Ninguém sabe qual era o rosto de Zumbi, mas todos sabem que sua capacidade de resistência atravessou os séculos.
(o ator se vira até ficar de frente para a câmera)
“É chegada a hora de tirar nossa nação das trevas da injustiça racial”, disse Zumbi. E eu digo: sou MARTINHO DA VILA. Sou um cidadão negro brasileiro.

Informa莽玫es Relacionadas